Posts do fórum

Marcos Kogut
Especialista
Especialista
21 de set. de 2021
In Gestão Odontológica
Era para ser apenas mais uma reunião de rotina na tarde de segunda-feira. Cronos o Deus do Tempo já havia dado sinais do seu poder ao mostrar a fatura implacável de cada minuto desperdiçado no almoço estendido e análises de última hora. Precisei pedir 30 minutos de tolerância ao André para iniciarmos nossa revisão dos números do seu laboratório. Iniciamos abordando um tema novo, como sempre procuro levar nos encontros de assessoria. Após a tentativa de simplificar o fundamento teórico do ciclo econômico, operacional e financeiro, efeito tesoura e seus impactos na saúde do negócio passamos para o exercício prático, mas não antes de checar o entendimento: Quer revisar algum ponto da teoria? Perguntei ao meu “aluno” das aulas de Gestão que respondeu com a rapidez e clareza de quem já passou pela curva de aprendizado dos desafios do Empreendedor no Brasil e conseguiu chegar quase ileso ao momento agora: no exercício prático com certeza terei mais clareza, respondeu o André. Iniciamos uma série de simulações com base nos números do seu próprio negócio: aumento do prazo médio de financiamento dos clientes, variações de demanda, estrutura e seus impactos na necessidade de capital de giro. Meu PEP* seguinte resultou numa verdadeira aula de simplicidade e assertividade na condução eficaz de qualquer empresa. Alguma vez você já teve a sensação de estar produzindo mais e entrando menos dinheiro ou precisar recorrer a banco? Se sim é porque houve algum desajuste no ciclo financeiro! Percebi a expressão de satisfação na elaboração da resposta fácil para um problema crônico e aparentemente difícil para a maioria das empresas que atendo na consultoria: Na verdade, nunca aconteceu, sempre trabalhei com reservas desde que resolvi abrir o laboratório disse ele. É que eu sigo um princípio que sempre serviu de base para todas as minhas ações: eu sempre priorizo o caixa da empresa, é bom fechar o mês com reservas e ver essas reservas crescendo, pois sei que se a empresa estiver bem com certeza eu estarei sempre melhor! Fica a dica para os jovens ou não tão jovens empreendedores. Fazer uma boa gestão exige uma mudança de cultura a respeito da forma como você trata sua fonte de receita. Regue a semente e você terá uma árvore, multiplique seus pães antes de dividi-los com quem merece e precisa, seja sujeito e não objeto da sua própria existência. *PEP: técnica de checar o entendimento, "pare e pergunte". @Thiago Kempen @Michelle Kempen @Victor Alves @Fulvio Augusto @Elaine Amorim @Natacia Romio @André Carlos Reis
3
2
30
Marcos Kogut
Especialista
Especialista
14 de set. de 2021
In Gestão Odontológica
O Laboratório de Prótese Dentária apresenta características singulares que fazem do processo de Gestão uma arte tão admirável quanto o domínio técnico e habilidade artística empregados na confecção dos elementos. Sim, estamos falando de uma linha de produção, mas diferente da avaliação de aventureiros ou mesmo experts em processos que não tiveram a oportunidade de viver a arte da criação de sorrisos, estamos falando de uma produção individualizada, onde cada elemento precisa ser único, sob o risco de frustrar expectativas de dentistas e pacientes. Toda ação envolve energia e o objetivo da Consultoria é transmutar energias densas em energia produtiva aplicada na obtenção do lucro no seu sentido mais amplo. Lucro é ter reservas financeiras que nos permitam deslizar ao invés de nos arrastarmos pela vida. É poder compartilhar sorrisos e dividendos não somente com nossos clientes, mas também com nossos parceiros e colaboradores. É termos mais tempo para sermos humanos. A densidade nos processos inicia já na entrada dos serviços. Na estatística interna da K2Go (no momento da redação deste texto chegando próximos a 100 consultorias), 47% dos trabalhos chegam no laboratório faltando uma ou mais informações obrigatórias para a confecção dos serviços. Estamos falando de cor, qual elemento, nome do dentista, nome e sobrenome do paciente etc. Isso sem contar os problemas de moldagem, preparos, registro de mordida, informação de fabricantes de gigs e implantes nas demandas mais técnicas. Depois vem o problema da comunicação interna, “onde está o trabalho do Dr Fulano?”, “faz do jeito que der aí no CAD depois eu corrijo na mão!”, “precisaremos refazer o trabalho!” são expressões comuns que ouvimos e observamos entre tantas outras nessas consultorias. Potência não é nada sem controle e o que não é medido não pode ser gerenciado. Sim, é possível estabelecer um excelente programa de gestão nos Laboratórios, porém hoje nossa principal barreira é a mudança de cultura. Um empresário da Prótese precisa cuidar do seu negócio com o mesmo carinho e dedicação aplicados na sua arte. Planejamento econômico e financeiro, plano de cargos e salários, termo de parceria, análise DISC das lideranças, descritivo de funções, organograma, fluxograma, plano de marketing, direcionamento contábil, taxa de retenção (churn), lead time, rentabilidade por item e cliente, precificação, comunicação interna/ externa e gargalos de produção precisam fazer parte da rotina do Gestor tanto quanto o domínio de novas técnicas de impressão, enceramento ou estratificação. Esse conjunto de ações representa uma síntese de soluções que temos levado aos nossos clientes e amigos de Consultoria e Assessoria. Um trabalho simples, conciso, código de linguagem adequados ao perfil do nosso público, todo baseado na Metodologia 2Go de máxima eficiência com o mínimo de estrutura. A organização de pessoas, processos e finanças é a base da construção de qualquer negócio saudável e a nossa missão é auxiliar na construção dessa base. Tornar a Protese praticada no Brasil referência não somente em função e estética, mas também na gestão desse business bilionário e ainda pouco conhecido do grande público. @Michelle Kempen @Thiago Kempen @Elaine Amorim @Fulvio Augusto @Victor Alves @Alex Formiga Campos @André Carlos Reis
5
3
56
Marcos Kogut
Especialista
Especialista
28 de ago. de 2021
In Gestão Odontológica
Primeiro precisamos criar a ambiência, duas colheres de trigo e três colheres de agua misturando bem para capturar os micro organismos da atmosfera. Começamos a produzir nosso próprio starter ou levain, fermento natural. Deixa repousar num ambiente escuro, pote hermético, repetindo essa nutrição da levedura durante 5 dias, porém após o 2º dia, mesma proporção de trigo e agua. No 6º dia a mágica acontece, você irá perceber um aroma mais intenso e a massa madre aerada, hora de aplicar na produção. Com auxilio de uma balança coloque num bol 100 gr de levedura em 100 gr/ml de agua mineral a 25º C. misture até dissolver e formar pequenas bolhas. Acrescente 400gr de trigo, 280 gr/ml da mesma agua, 10gr de sal marinho e misture tudo com auxilio de uma espátula de silicone até ficar homogênea. Cubra com um pano e deixe repousar por 20 minutos. Agora vamos às dobras que podem ser estilo francês, inglês ou seu próprio estilo. Mas o importante aqui é esticar a massa e dobrá-la sobre ela mesma para ativar o gluten. Pode-se fazer com a espátula ou com as próprias mãos. Como se trata de uma massa bem hidratada, fica a impressão de que não irá desgrudar nunca, mas após a 4ª repetição de dobras de 5 min a cada 20 min, como por encanto a massa começa a ficar lisa, responsiva e não gruda mais nas mãos nem na bancada. Hora de repousar coberta com filme plástico durante 24hrs. Após isso liga o forno a 250º e aquece durante 20 min com uma panela de ferro ou barro. Deixa a massa já bem crescida cair sobre a bancada, faz a ultima dobra formato de bola esticando como se fosse uma cruz e alinhando ao centro. Deixa num baneton com bastante trigo polvilhado por 50 min. Vira o pão sobre um papel de assar untado, faz duas incisões precisas com uma lamina deixando sua marca pessoal e leva ao forno dentro da panela tampada por 30 min. Após esse intervalo, destampa e deixa dourar por mais 30 min. O resultado é fantástico! Bem mais pratico sem duvida é ir a uma boa padaria ou café e comprar seu pão de baixa fermentação. Mas para quem pratica temos no princípio da correspondência uma verdadeira aula de gestão: planejamento, insumos, acelerador, predecessores, técnica, execução e resultado. Tudo isso somado às condições ideais de temperatura e pressão dentro de uma ambientação adequada e previamente estabelecida. Sem a técnica adequada a levedura não se forma. Sem a mistura balanceada de ingredientes não teremos o produto. Se os seus sentimentos e emoções não estiverem bem no contato com a massa, ela definitivamente não cresce. Se os tempos de cada etapa não forem respeitados o projeto será um fracasso. Qualquer semelhança com nossos projetos de vida, ideias de trabalho, lançamento de produtos e até cuidados com a saúde não é mera coincidência...
2
0
5
Marcos Kogut
Especialista
Especialista
01 de fev. de 2021
In Gestão Odontológica
Estoque de insumos é um elemento fundamental no gerenciamento eficaz do seu negócio. O controle consiste em registrar entradas, saídas, saldo e nível de referência e pode ser feito via alimentação do software de gestão ou numa simples planilha. Suas compras de reposição devem seguir parâmetros claros de rotatividade para evitar excesso de capital imobilizado em estoques supérfluos e falta recorrente dos essenciais. Um estoque bem controlado libera tempo, melhora a produtividade a aumenta o lucro. Precisa de apoio nesse direcionamento? Consulte a K2Go, contamos com profissionais experientes na gestão logística da sua clínica ou laboratorio!
2
0
30
Marcos Kogut
Especialista
Especialista
22 de out. de 2020
In Filosofia
Assim como eu, tenho a certeza de que você também já passou por alguma situação de tentar falar, explicar e não ser ouvido, entendido. Segundo Peter Drucker cerca de 70% dos problemas das organizações decorrem da comunicação inadequada ou ineficiente. é dele a frase: “As comunicações são praticamente impossíveis quando se baseiam nos relacionamentos de cima para baixo". Entenda de cima para baixo quando você tenta impor seu ponto de vista. Teimosia definitivamente não conjuga com fluência de comunicação. Respira, desarme, desacelere, sinta o pulso do interlocutor. O código de linguagem é o decodificador que transforma a palavra proferida na mensagem compreendida.
2
0
13
Marcos Kogut
Especialista
Especialista
14 de out. de 2020